Pular para o conteúdo principal

O autor

Morador da Praia do Francês, na cidade de Marechal Deodoro, em Alagoas, desde 2003.

Estudante de doutorado em Ciência da Computação no Centro de Informática da UFPE, até hoje acha que não virou jogador de futebol, surfista ou músico por falta de tempo e talento. Inclusive acredita que joga bem, mas não é reconhecido pelos comentaristas, e pega as melhores ondas, mas ninguém vê. Já desenvolveu sistemas para o Instituto Federal de Alagoas (IFAL), para a Rede Nacional de Pesquisa e Inovação (RENAPI) e para a multinacional Indra. Além de desenvolver softwares em PHP, Java e C++, também acredita ter a habilidade de resolver problemas paranormais da computação. Atualmente pesquisa sobre Redes Definidas por Software, Desenvolvimento Baseado em Modelos, Programação Paralela e Aprendizagem de Máquina.

Em 2008, começou a vida profissional como vendedor de uma loja de surf. No mesmo ano, passou no vestibular do IFAL, onde cursou bacharelado em Sistemas de Informação. No IFAL, atuou como monitor de redes e estagiário de desenvolvimento de sistemas, responsável pela criação do portal baseado em Joomla! da instituição no período de 2009 a 2010, e, ainda em 2010, participou da organização do V CONNEPI (Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação), atuando no desenvolvimento do sistema de gerenciamento e credenciamento do congresso.

Após o estágio no IFAL, foi selecionado para fazer parte da equipe de desenvolvimento do SIGA-EDU (Sistema Integrado de Gestão Acadêmica), projeto da RENAPI, pertencente à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), uma das secretarias do Ministério da Educação (MEC). No núcleo de desenvolvedores de Alagoas do SIGA-EDU, atuou na arquitetura e no desenvolvimento do sistema. Ainda no IFAL, também desenvolveu soluções para a Pró-Reitoria de Administração.

Em 2012, foi contratado pela Indra Company, empresa multinacional de tecnologia, com o cargo de programador. Durante pouco mais de 1 ano, desenvolveu soluções em Java e PHP para a Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas e também para o Conselho de Justiça Federal em Brasília. Neste mesmo ano, participou do processo seletivo para o programa de pós-graduação da Universidade Federal de Pernambuco, onde encontra-se atualmente perfazendo seu doutorado.

A carreira de professor teve início no ano de 2015, ao ser selecionado em um concurso para professor substituto no próprio IFAL.

Recentemente, atuou como pesquisador visitante no Karlsruhe Institute of Technology (KIT), na Alemanha, uma das cem melhores universidades do mundo.

Postagens mais visitadas deste blog

Utilizando o padrão de referências da ABNT no Word

Uma importante funcionalidade do Microsoft Word é o seu Gerenciador de Fontes Bibliográficas. Para aqueles que estão escrevendo algum trabalho acadêmico ou científico, é possível cadastrar todas as referências do trabalho e no final gerar a listagem já enumerada dos documentos que foram consultados na pesquisa. Essa postagem traz os arquivos necessários e as instruções para facilitar essa etapa da elaboração.

Programação Paralela e por que você deveria se preocupar com isso (Parte 1)

Creio que a maioria dos desenvolvedores já deve ter ouvido falar de threads, aprendeu um pouco sobre semáforos, monitores e travas. Partindo desse meu pensamento, imagino que essa mesma maioria não utiliza nenhuma forma de programação paralela em suas aplicações. A pergunta que fica é: utilizar paralelismo e lidar com concorrência tem baixa popularidade entre os desenvolvedores porque não tem utilidade ou porque os cursos de graduação em computação estão carentes de uma disciplina que ensine aos graduandos os reais benefícios em ter uma base sólida nesta área?

Esta série de publicações irá trazer uma visão básica sobre Parallel Programming, os exemplos serão baseados em Java e muito do que mostro aqui pode ser encontrado de maneira mais aprofundada no livro "The Art of Multiprocessor Programming", dos autores Maurice Herlihy e Nir Shavit.

Mininet: Uma Rede Virtual Instantânea no Seu PC

Baseado no texto de introdução presente no site oficial do Mininet (www.mininet.org) apresento esta ferramenta que possibilita a desenvolvedores e pesquisadores a criação de uma rede virtual realista, executando um kernel real, switch e código de aplicação, em uma única máquina (VM, cloud ou nativa), em segundos, com comandos simples.

A rede virtual criada pelo Mininet é escalável, uma rede definida por software em um único PC utilizando processos do Linux. Isso possibilita um meio inteligente de realizar testes e simulações de uma rede antes de implementá-la em meio físico, caso esse seja o objetivo.