O autor

Morador da Praia do Francês, na cidade de Marechal Deodoro, em Alagoas, desde 2003.

Estudante de doutorado em Ciência da Computação no Centro de Informática da UFPE, até hoje acha que não virou jogador de futebol, surfista ou músico por falta de tempo e talento. Inclusive acredita que joga bem, mas não é reconhecido pelos comentaristas, e pega as melhores ondas, mas ninguém vê. Já desenvolveu sistemas para o Instituto Federal de Alagoas (IFAL), para a Rede Nacional de Pesquisa e Inovação (RENAPI) e para a multinacional Indra. Além de desenvolver softwares em PHP, Java e C++, também acredita ter a habilidade de resolver problemas paranormais da computação. Atualmente pesquisa sobre Redes Definidas por Software, Desenvolvimento Baseado em Modelos, Programação Paralela e Aprendizagem de Máquina.

Em 2008, começou a vida profissional como vendedor de uma loja de surf. No mesmo ano, passou no vestibular do IFAL, onde cursou bacharelado em Sistemas de Informação. No IFAL, atuou como monitor de redes e estagiário de desenvolvimento de sistemas, responsável pela criação do portal baseado em Joomla! da instituição no período de 2009 a 2010, e, ainda em 2010, participou da organização do V CONNEPI (Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação), atuando no desenvolvimento do sistema de gerenciamento e credenciamento do congresso.

Após o estágio no IFAL, foi selecionado para fazer parte da equipe de desenvolvimento do SIGA-EDU (Sistema Integrado de Gestão Acadêmica), projeto da RENAPI, pertencente à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), uma das secretarias do Ministério da Educação (MEC). No núcleo de desenvolvedores de Alagoas do SIGA-EDU, atuou na arquitetura e no desenvolvimento do sistema. Ainda no IFAL, também desenvolveu soluções para a Pró-Reitoria de Administração.

Em 2012, foi contratado pela Indra Company, empresa multinacional de tecnologia, com o cargo de programador. Durante pouco mais de 1 ano, desenvolveu soluções em Java e PHP para a Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas e também para o Conselho de Justiça Federal em Brasília. Neste mesmo ano, participou do processo seletivo para o programa de pós-graduação da Universidade Federal de Pernambuco, onde encontra-se atualmente perfazendo seu doutorado.

A carreira de professor teve início no ano de 2015, ao ser selecionado em um concurso para professor substituto no próprio IFAL.

Recentemente, atuou como pesquisador visitante no Karlsruhe Institute of Technology (KIT), na Alemanha, uma das cem melhores universidades do mundo.