Pular para o conteúdo principal

Cursos e mais cursos, será que vale a pena?

Sou suspeito para falar, sempre fui auto-didata (mesmo agora na faculdade), e não faz muito tempo estava pelos corredores do IF-AL (não tá sabendo? clique aqui) e vi um cartaz do Senac (ótima escola profissionalizante por sinal):

"Curso CMS Joomla: R$ 250."


Quase não acreditei no valor (espero que estejam achando caro assim como eu), só para servir de exemplo eu comecei a utilizar o Joomla no desenvolvimento do novo portal do IF-AL (não tá sabendo? clique aqui) faz mais ou menos um mês, e posso dizer sem sombra de dúvidas: você não precisa de um curso para aprender, não vou defender um CMS ou outro, cada um tem suas vantagens e desvantagens, e eu mesmo nunca precisei de um para desenvolver sites para meus clientes, pelo menos até pouco tempo atrás, mas com uma noção mínima de HTML e CSS e procurando entender PHP, o resto para aprender o CMS em questão é, como se diz por aqui: "sair mexendo".

Não quero dizer que não valha a pena fazer um curso desse tipo, até porque não tenho informações quanto ao conteúdo a ser mostrado aos alunos, mas com o pouco de experiência que tenho posso dizer que: caso o "webdeveloper" só faça uso de CMSs e depois crie a tendência de sempre ficar procurando um template bonitinho para colocar no site do cliente, resultará numa coisa meio que óbvia: coitado do cliente.

É só ter em mente que, mesmo que se faça uso de um template daqueles do tipo "mais baixado", sempre, SEMPRE o cliente vai querer modificar alguma coisa, e então o bom e velho CSS+HTML entra em ação.

"Ter ferramentas para acelerar a produtividade é importante, mas isso não significa que você não precisa saber sobre determinadas coisas só porque já estão prontas" - James Gosling, criador da linguagem JAVA sobre as facilidades da mesma.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Utilizando o padrão de referências da ABNT no Word

Uma importante funcionalidade do Microsoft Word é o seu Gerenciador de Fontes Bibliográficas. Para aqueles que estão escrevendo algum trabalho acadêmico ou científico, é possível cadastrar todas as referências do trabalho e no final gerar a listagem já enumerada dos documentos que foram consultados na pesquisa. Essa postagem traz os arquivos necessários e as instruções para facilitar essa etapa da elaboração.

Como elaborar um TCC em Sistemas de Informação

Alguns meses atrás estive na tão conhecida saga de elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso, o TCC, e somente comprovei aquilo que eu via em forma de desabafo nas redes sociais e que tantos outros colegas de faculdade me falavam. Uma das definições mais aceitas por mim sobre o que é um TCC é a citada pela minha orientadora: "é uma gestação". E realmente, apesar de ter feito o meu em cerca de 1 mês (não recomendo isso para ninguém, mas era minha única saída para não ficar desempregado e sem a possibilidade de cursar meu mestrado, mas essa é outra história), um TCC bem feito deve ter seu cronograma definido para 6 meses, no mínimo, e isso deveria ser uma recomendação do Ministério da Saúde para que os graduandos não percam sua saúde mental.

Mininet: Uma Rede Virtual Instantânea no Seu PC

Baseado no texto de introdução presente no site oficial do Mininet (www.mininet.org) apresento esta ferramenta que possibilita a desenvolvedores e pesquisadores a criação de uma rede virtual realista, executando um kernel real, switch e código de aplicação, em uma única máquina (VM, cloud ou nativa), em segundos, com comandos simples.

A rede virtual criada pelo Mininet é escalável, uma rede definida por software em um único PC utilizando processos do Linux. Isso possibilita um meio inteligente de realizar testes e simulações de uma rede antes de implementá-la em meio físico, caso esse seja o objetivo.